O que são serviços de Arquitetura de TI

É loucura imaginar uma empresa nos  dias atuais que não dependa de uma infraestrutura de TI por mínima que seja . Hoje a maioria das empresas são dependentes de uma estrutura e arquitetura de TI, seja ela interna ou externa.

Quem trabalha com TI em algum momento já deve ter se deparado com o termo “Arquitetura de TI”. Muitas pessoas, no entanto, não sabem o que ele significa ou qual sua importância. Vamos ver então como essa atividade auxilia empresas que desejam desempenhar bem suas atividades utilizando a sua infraestrutura de tecnologia.

Cuidar das ferramentas de TI de uma empresa deve ser feito por quem sabe, com cuidado! via GIPHY

O que é Arquitetura de TI

Ela é responsável por planejar, estruturar, desenvolver e monitorar soluções tecnológicas para as as necessidades estratégicas das organizações. Temos como exemplo: implantação de novos sistemas, manutenção de um serviço ou implantação de novos produtos.

A arquitetura de TI faz isso sempre pensando em aumentar o desempenho da empresa. Sua principal intenção é preparar esta para novas demandas e gerar novas oportunidades de investimento, economia e renda. 

Ela é a responsável pela empresa usufruir as tecnologias mais modernas disponíveis da melhor maneira possível. Faz com que a empresa alcance alto desempenho com as tecnologias que estão ao seu alcance.

Alinhamento com necessidades dos Negócios

A arquitetura de TI tem como principais responsabilidades:

  • Ajudar as empresas a agilizarem atividades;
  • Resolver problemas utilizando os ativos tecnológicos modernos disponíveis e;
  • Proteger os dados da empresa com soluções que se encaixem no cenário da organização. 

A arquitetura de TI está sempre procurando alcançar desempenho, confiabilidade, escalabilidade e sustentabilidade.

Nos dias atuais há muitas soluções disponíveis para empresas. Esse é  um dos motivos da empresa adotar uma arquitetura de TI adequada para seus objetivos. Com ela a organização implantará as melhores alternativas para seu cenário e usufruirá ao máximo seus ativos, fazendo um planejamento estratégico dentro do orçamento disponível. 

Analisar as limitações tecnológicas e como impactam nos resultados do negócio também é responsabilidade da arquitetura de TI.

Primeiros passos para elaborar uma Arquitetura de TI

Para planejar e implementar um projeto de arquitetura de TI na sua empresa o ponto principal é ter um profissional disponível para isso. O arquiteto de soluções precisa estar alinhado com o objetivos do negócio para alcançar grande resultados com a iniciativa.

O primeiro passo para elaborar a arquitetura de TI é fazer um filtro das exigências da empresa e do negócio. Ele deve ser feito para saber tudo o que é necessário para atingir os objetivos do projeto. É importante alinhar o Negócio à Tecnologia. Por isso é saudável que o profissional responsável tenha experiência em ambas as áreas.

Planeje bem sua arquitetura de TI ! via GIPHY

Após fazer o filtro e saber tudo o que a empresa precisa, o arquiteto de TI começa a aplicação. Ele deve procurar por ferramentas no mercado para serem implantadas na organização. Esse levantamento precisa ser condizente com o orçamento planejado para a operação.

Após o profissional identificar quais ferramentas serão implementadas na organização, deve testar e confirmar que é possível integra-las à organização. Depois disso a indicação é permanecer atento às novas tendências no mercado. É importante continuar atualizando as operações conforme surgem novas soluções no mercado que se encaixem no cenário da organização.

Para o arquiteto de TI conseguir um melhor desempenho ao desenvolver a arquitetura  para a organização é importante que ele utilize ferramentas para lhe auxiliar nessa gestão. Uma das ferramentas mais utilizadas nisso é o framework COBIT.

Utilizando o COBIT

Muito utilizada por arquitetos e gestores de TI , COBIT é a sigla para “Control Objectives for Information and related Technology”. Ele é uma estrutura capaz de auxiliar os processos da governança de TI. Ela tem como principal objetivo ajudar a gerar valor para a empresa e seus procedimentos.

O framework funciona gerando o controle das informações que vão desde o planejamento até o monitoramento dos resultados.

Na arquitetura de TI o COBIT é uma ferramenta essencial. Sua importância se deve ao fato de estabelecer as melhores práticas de governança de TI que estejam de acordo com os objetivos da organização.

Com ele o arquiteto de TI aumenta a eficiência da área, melhora a segurança da informação e otimiza seus investimentos.

Perfil de Profissional

O arquiteto de TI vai cuidar do desenvolvimento e monitoramento da infraestrutura de TI. Como sua responsabilidade, ele deve garantir que ela suporte todas as necessidades da organização. Esse profissional deve estar antenado em todas as tendências do mercado. Ele precisa identificar as aplicações que atendem os requisitos necessários da organização e garantir que todas as necessidades do negócio estejam sendo supridas com soluções tecnológicas dentro do orçamento estabelecido. 

Escolha bem os braços que você terá trabalhando em sua TI. via GIPHY

O arquiteto de TI tem que ter conhecimento de todos os interesse da organização para sempre escolher os melhores ativos para ter a melhor performance no negócio.

O arquiteto de TI precisa ser capaz de:

  • Lidar com sistemas já utilizados e conseguir reaproveitá-los (se estratégico) integrando com tecnologias atuais;
  • Conhecer diferentes tecnologias, acompanhar as novidades e saber identificar a efetividade e o potencial delas na organização que atua;
  • Ser comunicativo e ter habilidades comportamentais para se relacionar com pessoas. Saber extrair informações de seus colaboradores para melhorar a infraestrutura de TI baseado em suas experiências do dia-a-dia;
  • Ter vasto conhecimento do modelo de negócio da organização para apoiá-lo com soluções tecnológicas.

Conclusão

Hoje as empresas estão cada vez mais dependentes da infraestrutura de TI. É muito importante que elas tenham uma arquitetura de TI adequada aos seus padrões. Além de aproveitar melhor seus ativos, ela cria um diferencial competitivo através da tecnologia. Um exemplo disso é a automação dos processos de TI.

Investir na Arquitetura de TI, sua Governança e profissionais que estejam antenados e possam fazer esse elo, gera grandes benefícios e valor para a organização.

Gostou deste artigo? Quer estar antenado e receber novidades de nosso blog? Se inscreva em nossa newsletter 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *