Liderança em Tempos Difíceis

Costumo dizer que Liderança não é um cargo, nem atribuição que se compra ou com a qual se presenteia. Eu gosto da definição de que liderança é uma vocação. É sentida e desejada muito, mas não por ego e sim pelo genuíno desejo de ajudar as pessoas. Um prazer por ajudar as pessoas. Isso para mim é a essência da liderança, de uma boa liderança.

Os líderes não necessariamente possuem um cargo. Às vezes é alguém de dentro da equipe que se dispõe a ajudar outros sem nem ao menos ter uma função especial. As pessoas o seguem porque enxergam nele alguém que pode direcioná-las a algo melhor.

Acredito muito na Liderança pela Servidão, ou seja, que os líderes servem os seus liderados. Existem muitos palestrantes de renome que falam acerca desse método. Posso citar James Hunter, cuja palestra tive o prazer de assistir quando ele esteve no Brasil. Para quem ainda não o conhece, vou deixar aqui alguns livros que já li e super recomendo dele:

Como se tornar um líder servidor De volta ao mosteiro O monge e o executivo

O monge e o executivo ( Amazon )

Como se tornar um líder servidor ( Amazon )

De volta ao mosteiro ( Amazon )

Mas eu gostaria de registrar que a liderança pela Servidão foi inspirada no maior líder de todos os tempos. Você pode não ser cristão e até não gostar, mas ninguém pode negar o impacto que Jesus Cristo tem na humanidade. Nosso calendário recomeçou a contagem de anos no seu nascimento. Ao longo do ano são inúmeros os feriados que marcam os pontos mais importantes da sua vida. Mesmo ele não estando mais vivo cerca de 2.000 mil, a sua legião de seguidores não para de aumentar. 

Para quem ainda não conhece e nunca estudou sobre o exemplo de Jesus como líder, recomendo muito o tema. Muitos dos seus conceitos de liderança são atuais e essenciais, principalmente para os momentos difíceis aos quais vivemos atualmente.

Tempos Difíceis – COVID19

Realmente são tempos turbulentos os que estamos vivendo agora, e não desejamos que nossos filhos e as próximas gerações tenham que passar novamente.

Escrevo isso enquanto ainda estamos no olho do furacão de toda essa turbulência que está sendo a pandemia do COVID-19 (junho de 2020)..

O intuito não é abordar sobre esse momento tão ímpar da nossa existência, mas sim sobre os desafios que momentos como esse trazem aos líderes atuais.

Como motivar sua equipe de trabalho a continuar engajada e entregando resultados em um momento tão desafiador?

Como fazer com que seu time não perca a esperança em um momento que as notícias ou os indicadores podem não estar tão favoráveis?

Eu gostaria de começar começar citando um provérbio oriental que é muito pertinente ao nosso cenário atual: 

Tempos fortes

Fonte: https://www.pensador.com/frase/MjA0MzE5Ng/

Líderes estão sendo Forjados

Neste instante de muitas incertezas, líderes são forjados pelos desafios que são apresentados. Desafios estes devem ser encarados como oportunidades.

Não quero fazer apologia ao sofrimento nem defender os males que estão ocorrendo, mas oportunidades como estas fazem com que tudo seja reciclado. Empresas mal estruturadas quebram, maus líderes são derrubados e, quando a tempestade passa, quem permanece sai fortificado. É o mesmo ciclo que ocorreu nas crises recentes que tivemos e nas que ainda vamos ter.

Ser líder em mar calmo é fácil, não precisa de muita preparação. Na verdade, as equipes conseguem até se autogerenciar, pois as coisas ocorrem conforme o programado e previsto, todos sabem o que fazer.

Contudo, em mares turbulentos é que os líderes se destacam da multidão. As incertezas acabam permeando, não se sabe para qual caminho seguir. É neste momento que precisamos de pessoas fortes que saibam guiar seus times, que conquistem a confiança e o coração para direcionar todos a um caminho que eles não conseguem nem ver onde vai chegar.

Tempos difíceis não duram. Pessoas fortes duram. (John Watson)

Crises?

Toda crise tem um início, um meio e um fim. Elas não são eternas e logo passarão. Mas você, como espera estar depois que acabar essa crise? Como você vai estar como pessoa e como profissional após essa crise?

Eu espero que você saia dela melhor do que entrou, aprendendo novos truques, se inspirando em bons líderes e estudando sobre tudo que está acontecendo. Você deve estar mais forte e pronto para fazer a diferença no novo mundo que será apresentado.

Muitas pessoas procuram olhar as dificuldade que acontecem e justificar tudo o que ocorre de ruim, como se não pudessem tomar as rédeas e assumir o controle do próprio destino. Mudar e apagar essas crises a gente não consegue, mas a gente pode entender mais rápido as mudanças e direcionar ações diferentes que vão nos levar ao sucesso.

Falando nisso, lembrei de outro livro maravilhoso que li há muito tempo.

Quem mexeu no meu queijo?

https://www.amazon.com.br/Quem-mexeu-no-meu-queijo/dp/850105402X

“Quem mexeu no meu queijo? é uma parábola simples que revela verdades profundas sobre mudança. É uma história divertida e esclarecedora sobre quatro personagens ― dois ratos e dois humanos do mesmo tamanho dos roedores ― que vivem em um labirinto em eterna procura por queijo, que os alimenta e os faz feliz. O queijo é uma metáfora daquilo que se deseja ter na vida, seja um bom emprego, um relacionamento amoroso, dinheiro, saúde ou paz espiritual. O labirinto é o local onde as pessoas procuram por isso: a empresa onde se trabalha, a família ou a comunidade na qual se vive. Nesta história, os personagens se defrontam com mudanças inesperadas. Um deles é bem-sucedido, e escreve o que aprendeu com sua experiência entre as paredes do labirinto. Suas palavras ensinam a lidar com a mudança para viver com menos estresse e alcançar mais sucesso no trabalho e na vida pessoal. Escrito para todas as idades, Quem mexeu no meu queijo? apresenta propostas que podem durar por toda a vida.”

Ao ler esse livro, é impossível não se identificar com algum dos personagens. É uma ótima história que nos ajuda a entender melhor essas mudanças que estão ocorrendo e como poderemos lidar com mais sucesso ao novo.

Encontrando o Norte

Assim como bússolas indicam o caminho, os líderes são as pessoas que direcionam o seu time ao sucesso.

Qual o norte da sua equipe?

Vintage photo created by freepik – www.freepik.com

Quando ocorre uma crise, é como se a nossa bússola perdesse a referência do norte. Para quem já mexeu em uma bússola sabe que se você girar ela, aos poucos ela voltará a apontar ao norte, mas se você tiver um imã próximo, com certeza vai afetar a posição do norte na bússola, isso é o que ocorre nas crises.

O quanto antes enxergarmos o que nos afeta, mais rápido encontramos o melhor caminho e ação para realizar. Por isso é que precisamos cada vez mais estar antenados sobre as coisas que ocorrem à nossa volta, sempre estudando sobre o nosso mercado, o mercado de negócios, financeiro, político e etc.

Um líder antenado e conhecedor de seu meio tem uma visão mais clara das possibilidades dos caminhos que seu time deve trilhar.

Deixo algumas dicas para os líderes estarem antenados ao mundo que estamos:

Leitura

Leia vários livros e revistas, mesmo aqueles que não o interessa ao primeiro contato. Isso fará você ter uma visão muito mais ampla dos fatos. Ler apenas sobre um assunto deixa sua visão limitada. Diversifique;

Estudos

Esteja sempre estudando. A vida é um aprendizado, quando pararmos de estudar é porque morremos intelectualmente;

Networking

Promova o network. Esteja sempre em contato com outras pessoas, tanto do seu segmento como de outros. Nem sempre conseguimos resolver tudo dentro de casa, ter contatos vai ajudar. Há muita coisa que não precisamos saber, mas devemos conhecer quem sabe; 

Benchmark

Faça benchmark com outros líderes que trabalham em situações parecidas com a sua, mesmo os concorrentes de sua empresa. Isso ajudará você e eles a terem uma visão muito melhor. Concorrentes não são inimigos e podem aprender juntos e conviverem harmonicamente.

Humildade

Seja humilde. A humildade abre nossas mentes para que estejamos sempre abertos ao aprendizado. Quem não age de humilde pensa que não tem o que aprender e acaba perdendo muitas oportunidades de melhorar. É como diz a música :“A beleza de ser um Eterno Aprendiz”.

O Amor Inspira

Os líderes que tem amor conseguem arrastar multidões. O amor é algo tão forte que transcende a nossa vida e perpetua por gerações inspirando as pessoas. Talvez seja meio forte falar do amor de Jesus Cristo e do quanto o seu amor impactou e continua impactando os seus seguidores, afinal, para a maioria, ele é Deus. E o fato de ele ser Deus pode justificar (na nossa razão) como para ele é “fácil” amar. Mas vamos dar exemplos de pessoas normais que amaram tanto que mudaram o curso da vida:

  • Mahatma Gandhi
  • Madre Teresa
  • Nelson Mandela
  • Martin Luther King Junior

Todas essas pessoas marcaram e continuam impactando a vida de muitas pessoas. Mesmo quem não segue a orientação religiosa deles ainda assim buscam inspiração em seus ensinamentos.

Trazendo para mais perto ainda da nossa realidade. O que dizer de nossas mães? A maioria das pessoas morreriam para ajudar suas mães. O amor que elas demonstraram para conosco é capaz de nos mover para as protegermos com a nossas vidas. Até dentro da prisão entre as pessoas que cometeram crimes, as mães são sagradas.

Isso mostra que pessoas que agiram com amor, consegue, mesmo sem a força, arrastar multidões.

Talvez você esteja lendo amor e achando que falo do sentimento amor, da paixão. Estou falando do amor o verbo, ou seja, você realizar ações que reflitam bondade, zelo, um carinho, cuidado com as pessoas e seus sonhos, interesses e personalidades.

Muitos escutam o que Jesus falou “…devemos amar nossos inimigos…” e acham que devemos ter sentimentos de amor por quem nos odeia, o que não é verdade. O que devemos é praticar atos de bondade para todos, mesmo para quem nos odeia.

Todos os líderes que citei acima não usaram da força para atingir seus objetivos, mas sim pelo amor a causa deles. Por isso eles conquistaram o coração de seus seguidores, e uma vez que você conquista o coração essa é a maior força que os fará os seguirem a sua causa.

Não é fácil nem simples, mas é possível

Ser líder não é uma tarefa fácil ou mesmo simples. Não acredito muito em soluções mágicas ou fabricadas. Mas isso não quer dizer que uma pessoa não pode se tornar líder. Contudo volto a frisar que o Líder não é Líder por ele, ele é líder para os outros. A Liderança é para servir aos outros. 

Nem todo mundo quer ser líder para os outros, e por isso temos tantos maus gestores nas empresas. São pessoas que tem o cargo de gestão, mas não tem o espírito de liderança. Uma equipe que não tenha uma liderança genuína mesmo tendo membros muito qualificados, chega a perder para uma equipe que tenha uma liderança muito melhor, porque a liderança acaba desmotivando, enquanto em uma equipe menor qualificada a liderança motiva.

Assim como precisamos montar um time com excelentes profissionais, também precisamos prover a eles excelentes líderes, seja encontrando no mercado ou mesmo dentro das equipes já constituídas. Dependendo da cultura na sua organização, você poderá se tornar um ambiente fértil para a criação de líderes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − onze =